Wall Street: Money Never Sleeps, filme expõe o mercado financeiro durante a crise de 29

wall

03 out Wall Street: Money Never Sleeps, filme expõe o mercado financeiro durante a crise de 29

Como não lembrar de Wall Street se o assunto é o mercado financeiro? A dica de hoje é de um filme imprescindível para quem quer aprender um pouco mais sobre a dinâmica da finanças na vida real.

 

Wall Street: Money Never Sleeps (Wall Street – O Dinheiro Nunca Dorme, em português), filme americano dirigido por Oliver Stone, é uma sequência de Wall Street (Wall Street – Poder e Cobiça, em português).

 

O drama começa quando Gordon Geeko, interpretado por Michael Douglas, sai da prisão por ter cometido os crimes de fraude, lavagem de dinheiro e extorsão no primeiro filme da série. A fim de seguir um novo rumo e recomeçar sua vida, Geeko escreve um livro o qual se intitula “A cobiça é boa?” e todo o seu sustento passa a vir do que arrecada com o livro e palestras ministradas.

 

Em uma das palestras, Geeko encontra Jacob Moore (Shia LaBeouf), um corretor de Wall Street que se especializa em fontes renováveis de energia e é extremamente idealista. Com o suicídio do dono da empresa a qual Jacob trabalhava, ato muito comum pelos empresários na época da crise de 1929, Geeko aproveita a situação para tentar tomar seu lugar e considera o ato do suicídio corajoso. Jake quer reencontrar a filha de Geeko, Winnie Gekko (Carey Mulligan), com quem pretende se casar. Além disso, Jake pretende vingar-se de Bretton, suspeito de ter levado sua empresa a falência.

 

Neste filme Oliver Stone mostra a complexidade do mercado financeiro e como é o mundo capitalista atual. Além disso, o filme pode nos reafirmar que quem manda neste mercado é o dinheiro e que entrar na bolsa de valores é uma disputa na qual todos querem ganhar a qualquer custo. Por último o longa mostra que sempre haverá alguém ganhando dinheiro, mesmo em uma das piores crises financeiras.

Larissa Paiva
Larissa Paiva
[email protected]
1.976 Comments

Post A Comment